top of page

De drones a tijolos ecológicos, conheça as tendências da Construção Civil para o próximo ano

A cada dia surgem novas soluções com grande potencial de inovação no ramo da construção civil. No ano que vem as possibilidades de crescimento e desenvolvimento do mercado são grandes, mas quem utilizar as tendências a seu favor irá se destacar. Elas estão majoritariamente associadas à utilização de tecnologia, meio ambiente e à busca de qualidade de vida.



Pensando nisso, neste artigo, separamos as principais tendências de inovação que têm tudo para ditar o rumo da Construção Civil em 2023.


Impressão 3D

Essa tecnologia já está disponível há alguns anos e ajudou a revolucionar inúmeras áreas. No ramo da construção civil, as impressoras 3D podem ajudar na criação de construções modulares e prototipagem de maquetes arquitetônicas e estruturais. Um dos principais objetivos dessa tecnologia no setor é agilizar a execução e montagem de peças e produtos.


Já existem casas e prédios construídos com impressoras 3D. Um dos exemplos é um apartamento de cinco andares na China e um prédio de 95 metros de altura em Dubai. As possibilidades no futuro são infinitas!


Cidades Inteligentes

Elas podem ser chamadas também de smart cities. São elaboradas para otimizar recursos naturais e energia, por isso contam exclusivamente com construções sustentáveis.


Um dos pontos interessantes nelas é a conectividade: dada a revolução trazida com o 5G, existe um potencial de melhoria e aumento de oferta de hotspots de internet gratuita, controle de câmeras de segurança e uma maior velocidade e eficiência da estrutura tecnológica dessas cidades.


Essa inovação impacta positivamente na qualidade de vida dos moradores.


Inteligência Artificial

Essa tecnologia está no mercado há vários anos e segue evoluindo cada vez mais. Hoje, ela pode ser usada para prever eventos, ajudar no atendimento ao cliente por meio de chatbots e assistentes virtuais, coletar e processar informações geradas nas obras e ajudar na gestão de risco através de softwares.


Para o futuro, espera-se poder utilizar de inteligência artificial através de robôs autônomos que objetivam otimizar o processo construtivo e evitar a exposição desnecessária de operários humanos, bem como o aumento de precisão e produtividade.


Internet das Coisas

Essa tecnologia diz respeito à conectividade entre o mundo digital e físico. Ela ajuda na transmissão de informações ao vivo ao longo da obra e melhora o gerenciamento dos relatórios gerados. Além disso, ela pode ser utilizada na Realidade Virtual para reproduzir fases futuras dos projetos e também em inteligências de marketing que monitoram as tendências em anúncios de venda de imóveis. Depois da entrega, ela é útil para os moradores visto que auxilia na automatização de equipamentos, melhorando a qualidade de vida e praticidade da rotina.


Os drones são uma de suas possíveis utilizações também. Eles podem ser usados para filmar a obra com os mais diversos intuitos e já existem novas tecnologias que viabilizam uma avaliação termográfica dos revestimentos, identificando sinais de desgaste na construção. Bem como, eles podem ajudar na visualização do mapeamento 3D das construções e até auxiliar na gestão de um canteiro de obras.


Essa é uma das tecnologias que mais transforma a construção civil e que está sempre em expansão e aprimoramento.

Realidade aumentada

Essa é uma das ferramentas mais revolucionárias do setor, visto que ela promove uma interação entre o real e o virtual. Dessa forma, os profissionais envolvidos podem projetar a realidade do empreendimento aos clientes e, com isso, dar uma outra dimensão aos modelos criados em computador. A vantagem desse tipo de tecnologia está justamente na sua capacidade de tornar interativo o que anteriormente cabia apenas em uma tela.


Dentro de um projeto construtivo é muito vantajoso poder prever incompatibilidades geométricas entre o real e o digital, e isso permite um planejamento mais assertivo. De maneira geral, essa tecnologia tem grandes chances de transformar ainda mais a maneira como projetamos e construímos.


Sustentabilidade

A sustentabilidade está associada à capacidade de sustentação e conservação de um sistema ou de um processo. Em construções sustentáveis, objetiva-se estabelecer um equilíbrio entre os ambientes construídos e os naturais. Ao mesmo tempo que são valorizados os processos que preservam a dignidade humana e equidade econômica. Nesse sentido, privilegia-se a utilização de materiais que sejam reutilizados, e busca-se definir alternativas de exploração de recursos naturais a fim de alcançar novos jeitos de gerar e economizar energia.

Por isso, esse tipo de construção faz o uso massivo de materiais ecológicos. A utilização de materiais sustentáveis é de suma importância para amenizar os impactos que os projetos causam na natureza e na sociedade. Um bom exemplo é a utilização de tijolos ecológicos, visto que eles são feitos através do reaproveitamento de materiais. Eles surgem, portanto, como uma alternativa ao material comum e causam menos danos ao meio ambiente além de fortalecer a economia local.


A construção civil se mostra frequentemente um setor promissor e resiliente, e para 2023 a perspectiva é de crescimento. De acordo com a Sondagem da Indústria da Construção feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o setor, com a contribuição de todos os seus segmentos - construção de edifícios, serviços especializados para construção e obras de infraestrutura - finalizou o primeiro semestre de 2022 com o maior patamar de atividades desde outubro de 2021. E as expectativas para o próximo ano são de ainda mais progresso.


De modo geral, a inovação da construção civil tende a caminhar cada vez mais no sentido da digitalização e da sustentabilidade, e quem não quiser ficar de fora vai precisar adotar tecnologias seguras e eficazes.


E aí, gostou do conteúdo? Ficou com alguma dúvida? Conta para a gente aqui nos comentários.


Comentarios


  • Branca Ícone LinkedIn
  • Instagram
bottom of page